Contacte-me
Email: Este endereço de email está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email Telemóvel: +351 915 244 747
Livros & eBooks
"Era uma Vez um Hambúrguer"
Receitas saudáveis, destinadas a criar momentos de magia entre as mães e os filhos.
Ler Entrevista
"Pela sua Saúde!"
Um guia com alimentos crus para rejuvenescer e emagrecer. Reflexões e sugestões.
Ler Entrevista
"Ho'oponopono"
O que é o "Ho'oponopono"? Aprenda este mantra e os seus principios através deste eBook.
Fazer Download
"Limite Zero"
Como purificar pensamentos e ações negativas, deixando a mente livre para que a Lei da Atração possa conspirar a favor do ser humano.
Fazer Download
ZEN 04/15 - Conheça os alimentos antioxidantes
29 / 04 / 2015
 
Neste artigo, tome nota de alguns frutos antioxidantes que lhe trazem benefícios para a saúde.
 
Image
Morango: uma fruta antioxidante
 
É uma fruta pobre em calorias e rica em propriedades. O seu efeito antioxidante foi avaliado pela sua capacidade de neutralizar radicais livres de acordo com várias investigações científicas realizadas nos EUA. Estes radicais podem ser gerados nas próprias células como resultado da actividade metabólica ou de outras causas, como stress, tabaco, medicamentos, etc. Esta acção antioxidante deve-se ao seu conteúdo em vitamina C, bioflavonóides e antocianinas. São muito benéficos em casos de:
  • Arteriosclerose: por evitar o depósito de colesterol nas paredes das artérias, pela sua carência em gordura e sódio (inimigos da saúde arterial) por um lado e, pelo outro, pelo seu elevado conteúdo em potássio (evitando a hipertensão);
  • Por serem diuréticos ajudam a eliminar o excesso de ácido úrico;
  • Pela sua fibra facilitam o trânsito intestinal. Como facilitam a circulação venosa também ajudam em situações de hemorróides. Devem ser evitados por quem tem reacções alérgicas aos morangos e também por pessoas que têm cálculos renais de tipo oxálico.
     
Aipo: refrescante e tonificante do organismo
 
É um alimento que pode ser consumido cru (em saladas), em sumos com outros legumes ou cozinhado em sopas, estufados, salteados. Por ser muito rico em sais minerais, ajuda a neutralizar o excesso de acidez no organismo, especialmente em casos de dietas muito ricas em carne. É muito importante o seu consumo em casos de:
  • Edemas (retenção de líquidos), cálculos renais, gota e ácido úrico, artrite;
  • Hipertensão;
  • Excesso de colesterol;
  • Diabetes – porque contém uma substância cuja acção é semelhante à insulina e faz descer o nível de açúcar no sangue (claro que não dispensa o tratamento 
    que a pessoa costuma fazer para este problema).
Image
Curgete: suavizante do tubo digestivo
 
Um alimento comum e, ao mesmo tempo, desconhecido nas suas propriedades. É um alimento que sobressai pelas suas qualidades suavizantes para o aparelho digestivo e também tem uma diurética. É benéfica acção em casos de:
  • Gastrites, colites, cólon irritável, dispepsia;
  • Dietas de emagrecimento;
  • Problemas cardiovasculares.
  • Pode ser utilizada em sopas, estufada, salteada, assada e comida crua em saladas ou em patês.
Melão: uma fonte de água nutritiva
 
A percentagem hídrica do melão varia entre 90 a 95%, mas a sua ‘água’ é uma fonte riquíssima de sais minerais, como potássio, ferro e magnésio. É indicado para problemas de:
  • Afecções urinárias, pois facilita a acção depuradora dos rins. Em situações de insuficiência renal numa fase muito inicial manifestada com retenção de líquidos e dificuldade de urinar; em cálculos renais que sejam causados por ácido úrico, pois o melão por ser alcalino ajuda a dissolver e eliminar os mesmos; nas infecções urinárias, pois ajuda a alcalinizar o meio ácido em que as bactérias proliferam;
  • Prisão de ventre crónica;
  • Estados de desidratação que acontecem em situações febris, sudação abundante ou diarreias causadas por gastroenterite.
Alimentos anti-cancro
 
Segundo o conhecido especialista norte-americano, Dr. Oz, existem alimentos (tais como, espinafres, couve-flor, brócolos, tomates e mirtilos) que revelaram ser produtos anti-cancro e que, por isso, não podem faltar na sua dieta diária ou, pelo menos, 3-4 vezes por semana para uma boa prevenção. Os mirtilos e os tomates podem ser consumidos diariamente para um resultado excepcional. O mirtilo é um fruto silvestre; as bagas de mirtilo, ricas em substâncias com um grande poder antioxidante, fazem desta fruta ‘a fruta da longevidade’. Este fruto tem-se verificado eficaz na prevenção contra doenças degenerativas, evitando o desenvolvimento do cancro nas células, mas também no tratamento de alterações de visão, problemas linfáticos e no fortalecimento dos vasos capilares.
 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >