Contacte-me
Email: Este endereço de email está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email Telemóvel: +351 915 244 747
Livros & eBooks
"Era uma Vez um Hambúrguer"
Receitas saudáveis, destinadas a criar momentos de magia entre as mães e os filhos.
Ler Entrevista
"Pela sua Saúde!"
Um guia com alimentos crus para rejuvenescer e emagrecer. Reflexões e sugestões.
Ler Entrevista
"Ho'oponopono"
O que é o "Ho'oponopono"? Aprenda este mantra e os seus principios através deste eBook.
Fazer Download
"Limite Zero"
Como purificar pensamentos e ações negativas, deixando a mente livre para que a Lei da Atração possa conspirar a favor do ser humano.
Fazer Download
Newsletter Alquimia Alimentar
17 / 12 / 2018

Caros amigos e leitores,

Estamos a chegar a mais uma época natalícia e um Novo Ano que se aproxima rapidamente. Desejo a todos Festas felizes com muita saúde, paz, amor e toda a abundância que o Universo tem para vos oferecer. Segue o meu artigo para a revista Zen Energy com o tema de Resoluções para o Novo Ano. Espero que gostem e que possa ser um tema de reflexão. Um abraço de luz Namaste

"Gratidão é a chave que abre a porta ao mundo das possibilidades infinitas, da abundância, da alegria, da saúde, do amor, o mundo de todas as sincronicidades que conspiram a nosso favor no momento certo, com as pessoas certas e para o Bem mais elevado."

- Isabel Costa

 

Resoluções para o Novo Ano

  É COMUM ESTABELECERMOS METAS NO INÍCIO DE UM NOVO ANO, DO GÉNERO “VOU FAZER DIETA, VOU FAZER EXERCÍCIO, VOU EMPENHAR-ME MAIS NO TRABALHO”, ETC. A MAIOR PARTE DAS VEZES, ESTAS METAS FOCAM-SE EM OBJETIVOS EXTERIORES E SÃO RAPIDAMENTE ABANDONADAS, POIS EXIGEM “SACRIFÍCIOS”. ENTÃO, QUE METAS PODEMOS ESTABELECER DE MODO A CRIAR UMA VIDA MAIS FELIZ, HARMONIOSA E SAUDÁVEL?

 

  Antes de mais, para saberem “claramente” o que precisam de resolver na vida coloquem uma questão muito pertinente: “Se tivesse apenas 24 horas de vida, o que faria? O que iria resolver?” Provavelmente, colocar esta questão para a maioria dos leitores é desconfortável e eu compreendo perfeitamente.

  Contudo, vemos a vida como algo garantido durante um determinado período de tempo, de acordo com a esperança média de vida e, pelo menos, todos esperam chegar até aos 80 anos.

  Isso é a mais pura das ilusões. É claro que é possível viver até aos 80 anos e muito mais, mas ninguém sabe quando chega o momento da partida, nem como irá acontecer e ainda bem que assim é, pois podemos valorizar mais cada instante que vivemos.

 

 Sem Arrependimentos, só Felicidade

 

  Quando damos a vida por garantida, muitas vezes ficamos imersos em mágoas, ressentimentos, injustiças, conflitos e lutas por bens materiais, perdendo a dimensão mais bela da nossa existência.

  Creio que uma das situações mais tristes da vida (e dito por quem acompanha pacientes numa fase terminal) é chegar perto da passagem e dizer “quem me dera ter vivido de outra forma, quem me dera ter amado mais, quem me dera não ter magoado determinada pessoa, quem me dera ter tido mais tempo para a família, em vez de ter trabalhado tanto para lhes dar bens materiais...” Morrer com esta dor é atroz.

  A única forma de apaziguar um pouco o coração é quando ainda há a oportunidade de pedir perdão e ser perdoado, mas - de novo - como a vida não é garantida, ninguém sabe se tem a possibilidade de o fazer.

 

Viver cada dia como se fosse o último

 

  Bem, depois de percebermos o que precisamos de resolver na vida, podemos partir para as resoluções do Novo Ano. Sem dúvida que é importante traçar metas pessoais e profissionais, mas tendo em mente que só temos o presente! O presente, a dádiva oferecida a cada dia que nos permite renascer e evoluir. O instante em que respiramos, o instante em que fazemos a diferença na vida de alguém tanto para a alegria, como para a tristeza. Quanto mais conscientes estivermos da responsabilidade deste instante, mais felizes viveremos. É claro que há sempre duas formas de ver isto:

1. Com gratidão, aceitação e valorização pelas oportunidades para nos recriarmos permanentemente.

2. Ou com o negligenciar e viver irrefletidamente, porque “esta vida são dois dias e é preciso aproveitar” sem preocupação com as consequências da vida e do coração não apenas de si mesmo, mas de todos aqueles com quem convivemos.

  Perante a certeza de que a vida é o instante que vive- mos, qual seria a melhor resolução para o Novo Ano? Na minha opinião, viver cada dia plenamente como se fosse o último, com amor, compaixão, serviço ao próximo. Servir e dar alegria ao próximo não tem de ser um trabalho voluntário e obrigatório. Muitas vezes, uma palavra amiga, um sorriso, um abraço é tudo o que alguém precisa para dissipar a escuridão de um dia triste.

  Cada um de nós pode fazer a diferença na vida de qualquer desconhecido.

  O meu marido é um grande exemplo para mim, pois sempre que vamos às compras ou a qualquer estabelecimento comercial ou no próprio trabalho, ele não se limita a pagar as compras ou a atender as pessoas de modo formal. Ele fala com todos de um modo carinhoso e preocupado, de tal modo que deixa qualquer rosto sombrio a sorrir.

  Isto é um gesto de amor pelo próximo que todos podemos fazer, mas para dar temos de ter dentro de nós esse altruísmo, esse carinho por todos os seres humanos.

  Em conclusão, a minha resolução para 2019 é viver cada dia como se fosse o último da minha vida com amor e gratidão. Quais são os vossos desejos para o Ano Novo?

Feliz 2019 para todos com muitas bênçãos e boas resoluções.

 

Namasté.

 

- Isabel Costa, Naturopata e Hipnoterapeuta

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >